0

60 dias de saudade.

           


            Era uma tarde de terça-feira, eu tinha acabado de chegar do trabalho, abro a porta do apartamento e você estava lá, com um buquê enorme de flores laranjas e uma caixa de chocolate branco (o meu preferido)! Você veio para mais perto de mim com um olhar questionador sem saber se eu pegaria as flores, o chocolate ou você; claro que eu peguei você! E te enchi de beijos!
            Eu não sabia o motivo mais um afeto muito maior por você estava em meu coração, e eu não queria deixar de te abraçar e te sentir perto de mim. Os olhares eram mais profundos, os beijos mais apaixonantes, com uma mão você entrelaçava os dedos entre os meus e com a outra acariciava os fios de meus cabelos. O sorriso mais sincero sempre foi com você, o carinho, o sentimento, sempre com você.
            O toque era diferente, o abraço foi mais forte. Eu olhava para você e pensava em como tinha sorte de ter você ao meu lado, como eu tinha sorte em ter o melhor noivo do mundo, que fazia o possível e tentava o impossível para me fazer sorrir, mesmo quando nervosa. Olhei bem fundo em seus olhos e disse: “Eu te amo”! Você respondeu na mesma intensidade “Eu também te amo”! E naquele momento tudo começou a ficar claro, e eu me senti distante.

            Acordei assustada, olhei as horas eram 4h30 da manhã, ao lado de meu relógio estava uma foto minha e sua tirada a três meses atrás, em cima estava escrito “saudades, meu amor” e aí eu percebi que tudo foi um sonho, exatamente a dois meses atrás você tinha falecido, e até hoje eu nunca tinha sonhado com você. Pude entender que mesmo em outra dimensão você veio me ver, veio matar a saudade que estava me matando, e mais uma vez eu soube que nem a morte poderia nos separar, voltei a dormir esperando te encontrar mais uma vez; Nos meus sonhos.

Texto Por: Mirela Oliveira

0 comentários:

Postar um comentário

 
TAMMY CEZARETTI - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | COPYRIGHT 2015 | DESENVOLVIMENTO :: Vinicius Ribeiro | Powered by Blogger | Imagens Flaticon